Marial Hill

Histórico

Natural de Chicago, Maria Hill foi observada por diversos chefes de governo ao redor do mundo após sua passagem por Madripoor.
Após a escandalosa Guerra Secreta de Nick Fury e suas desastrosas conseqüências para Nova York, a SHIELD precisava de alguém para substituir o agora foragido coronel. Maria passou a ser vista com olhos ainda melhores por líderes de diversas nações por ser uma agente muito eficiente e, o mais importante, por não ser leal a Fury nem ninguém em seu meio de influência. Apesar de ter sido nomeada Diretora Executiva Interina da SHIELD, o novo cargo de Hill ainda não foi levado a público. Freqüentemente, um Modelo de Vida Artificial de Nick Fury é utilizado para manter uma aparência de normalidade na diretoria da SHIELD. O governo dos EUA espera que Hill seja mais leal aos interesses norte-americanos do que aos da ONU, embora a função da SHIELD seja proteger os interesses das Nações Unidas acima de qualquer outro.
Como lhe foi requisitado pelo presidente dos EUA e líderes de outras nações, Hill rapidamente estabeleceu novas políticas com relação aos super-humanos e eliminando prontamente o suporte que a SHIELD fornecia aos heróis. Essas políticas estavam sendo seguidas à risca quando Hill tentou evitar que os Vingadores se reunissem novamente após a fuga em massa da prisão flutuante conhecida como Balsa. Apenas o status do Capitão América, que tem Licença Plena de Campeão, e de Jessica Drew, a Mulher-Aranha, que é agente nível sete da SHIELD levaram Hill a aceitar a nova formação dos Vingadores.
Em sua recente passagem pela Terra Selvagem, os Vingadores enfrentaram um bando de agentes da SHIELD que escravizavam os nativos para explorar ilegalmente as reservas de vibranium do local e a brusca intervenção de Hill levantou suspeitas entre os heróis. A nova Diretora da SHIELD, por sua vez, investiga o envolvimento dos Vingadores nos eventos ligados à misteriosa Dinastia M.
Caso a Lei de Registro de Super-humanos seja aprovada, Hill será uma das principais responsáveis em localizar, registrar e, se necessário, capturar todo e qualquer meta-humano não-registrado.

Poderes

É a Diretora Executiva Interina da SHIELD