Prisma - Audrey Spears

Enquanto todos os outros híbridos de H’San Natall foram nascidos e criados na Terra, Prisma permaneceu em Titã, Lua de Saturno. Uma mulher foi inseminada a bordo da nave assim que deixou a Terra e trancafiada por nove meses, dando à luz Prisma.

A criança foi colocada em uma câmara sensorial que a fazia acreditar que estava crescendo num mundo baseado nos seriados terrestres dos anos 50. Em sua realidade, ela era uma princesa que vivia com seus pais, irmãos e D’ann, um dragãozinho de estimação. Era uma vida simples e maravilhosa, embora tudo fosse uma mentira, que logo seria descoberta.

Quando Risco, Argenta e Joto acordaram na nave de H’San Natall, foram postos em câmaras similares a de Prisma. Entretanto, escaparam e ajudaram a garota a se libertar também. Foi um choque para ela descobrir que toda sua vida fora uma mentira. Todos estes jovens nasceram em 21 de junho e faziam parte de um plano de H’San Natall para derrotar os seres poderosos da Terra.

Libertos, o grupo permaneceu unido e, com a liderança de Loren Júpiter, tornou-se a nova encarnação dos Titãs. Isaiah Crockett tornou-se Joto, capaz de gerar calor; Toni Monetti tornou-se Argenta, que controla plasma; com sua enorme resistência, força e velocidade, Cody Driscoll tornou-se Risco; e a garota alienígena, capaz de absorver e projetar luz, tornou-se Prisma. Eléktron decidiu se unir ao time para aprender a ajustar sua vida como adolescente, uma vez que o Extemporâneo, durante Zero Hora, o havia rejuvenescido.

Apaixonada por Risco, Prisma sofreu dificuldades em se adaptar à vida na Terra. Em uma missão em Skartaris, os poderes de Prisma foram roubados por uma terrível feiticeira conhecida como Motalla. A garota teve a chance de se tornar humana, fazendo com que Risco a notasse. Para deter a loucura de Motalla, Prisma teve que repossuir seus poderes, voltando à forma de Cristal. Após a batalha com Haze, Joto foi dado como morto, deixando o grupo arrasado.

Após a dissolução do grupo, Prisma sentiu que Limite estava em perigo e, sem ter para onde ir, procurou Supergirl. A sintonia entre Prisma e Limite deveu-se ao fato de ambos serem híbridos das experiências de H’San Natall. Juntas, as duas heroínas impediram a captura de Limite por Jugular. Durante uma batalha com The Veil e H’San Natall, Prisma descobriu que sua mãe, Rainha Miraset, estava viva, vivendo junto com H’San Natall, e que seu pai Ch’ah também estava vivo - que possui a mesma aparência da filha.

Na Terra, Prisma sentia-se anormal, mas entre seus pais, sentia que tinha uma família. Não se sabe exatamente qual era o plano de H’San Natall. Após este evento, Limite e Prisma decidiram permanecer no espaço. Tempos depois, eles ajudaram os Titãs contra o Império Technis. Embora não tenha sido mais vista no presente, Prisma reapareceu como sua versão futura na saga Titãs do Amanhã - O Presente.

Poderes & Armas

Ela é capaz de reter e refletir luz em forma de laser. As cores que apresenta também refletem seu humor.

Fonte : Torre Titã