Aquaman

Aquaman é um super-herói da DC Comics. Criado por Paul Norris e Mort Weisinger, fez sua primeira aparição na revista More Fun Comics #73, de novembro de 1941.

À exemplo do personagem da Marvel Comics Namor, O Príncipe Submarino, Aquaman também é um herói submarino originário do místico reino de Atlantis.

Por muitos anos, foi considerado um coadjuvante na DC Comics, entretanto foi retratado na Era de Prata dos quadrinhos como um dos membros fundadores da Liga da Justiça da América e foi incluído entre os personagens do seriado Superamigos, desenho animado que adaptava as aventuras da LJA nas décadas de setenta e oitenta, fazendo com que se tornasse um dos personagens mais conhecidos da editora.

Entretanto, talvez por dividir espaço com grandes ícones como Superman, Batman e Mulher Maravilha, Aquaman não raro foi alvo de gozação por seus poderes limitados e questionavelmente utéis pela mídia e pelo público. Mas, assim como a maior parte dos personagens de quadrinhos, ele também possui um contigente de defensores.

Talvez em resposta à forma como o personagem foi representado em Superamigos, a versão moderna do personagem se tornou cada vez mais Dark e poderosa, e não é raro vê-lo como uma pessoa raivosa e durona. Como Rei da Atlântida, demonstra segurança, e, às vezes, até arrogância.

Filho do feiticeiro secular Atlan e da rainha Maria, Orin foi abandonado para morrer devido à crença atlante de que seu cabelo loiro seria o sinal de uma terrível maldição.

Sobrevivendo à exposição ao ar, que mataria um atlante normal, o bebê Orin foi salvo pelo golfinho Porm e criado como membro do seu bando.

Vivendo sua infância entre os golfinhos, Orin partiu após ter acidentalmente causado a morte de seu "irmão" golfinho. Depois, ele foi encontrado por Arthur Curry, um faroleiro viúvo, e adotou o nome de Arthur Curry Jr.

O velho guardião do farol contou a Orin que ele era seu filho, e que sua mãe, uma sereia, o havia abandonado. Acreditando ser meio humano, Orin viveu entre nós por um período até seu pai adotivo o abandonar, deixando-o sozinho novamente.Orin voltou para o mar e viveu muitas aventuras, incluindo o romance com uma garota esquimó chamada Kako. Fez inimigos como Triton (o filho de Poseidon) e conheceu a amazona chamada Diana, que um dia se tornaria a Mulher-Maravilha.

Como um jovem adulto, ele se encontrou com Flash, que o encorajou a visitar novamente o mundo da superfície e se juntar à comunidade crescente de superseres da Terra. Assim, Orin acabou se juntando aos super-heróis da Terra, inclusive como membro fundador da Liga da Justiça da América original, e adotou o nome público de Aquaman.

Como super-herói da Terra, Orin encontrou o caminho de volta ao lar, a cidade atlante de Poseidons,onde governou por muitos anos. Durante seu reinado, ele casou com Mera, uma visitante aquática do mundo dos Deuses Sombrios, e teve um filho chamado Artie Jr. que foi morto por Manta. Após o final de seu reinado, Mera deixou Orin, motivando-o a partir em busca de um sentido mais profundo, em sua vida. Ele descobriu as "Crônicas da Atlântida", que delineavam a história repleta da magia da Atlântida, sua verdadeira história pessoal, e o fato de estar sempre destinado a enfrentar seu irmão, o Mestre do Oceano, pelo controle da Antlântida.

Em suas aventuras após esta revelação, ele perdeu sua mão esquerda para um cardume de piranhas durante um confronto com Charybdis e, passou a usar um gancho cibernético que responde aos seus comandos mentais (aliás, uma das raras vezes que fizeram uma mudança geral de visual em um herói e ficou melhor que original). A misteriosa heroína Delfim se juntou a ele em suas viagens, e os dois tornaram-se amantes. Recentemente Aquaman descobriu que tem um filho chamado Koryak com a mulher esquimó, Kako, e o levou para Poseidons, onde foi saudado como o novo líder. Durante esta visita à cidade, Mera retornou com um misterioso menino de cabelos loiros (talvez o filho de Orin nascido em outra dimensão?), mas foi levado de volta ao mundo dos Deuses Sombrios por Thanatos uma duplicada maligna de Aquaman. Seguindo Mera, Orin e Delfim entraram na dimensão natal dela, permitindo que Thanatos escapasse para o mundo real, onde foi morto pelas maquinações do Major Desastre. Voltando para o nosso mundo, Aquaman descobriu a verdadeira história da Atlântida, e criou um elo com uma entidade ciber-orgânica que, recentemente, fez, a cidade submarina emergir até a superfície. Temendo o pior, os habitantes atlantes fugiram, deixando Orin como o monarca de um reino vazio. Graças à entidade sob a cidade, Orin descobre que os atlantes são na verdade híbridos humanos-alienígenas, o resultado de uma colonização extraterrestre que ocorreu milênios atrás. A entidade também o tornou ciente de seu destino de unir as cinco cidades perdidas de Atlântida para poder repelir os conquistadores alienígenas que destruíram os antepassados extraterrestres dos atlantes, e que agora estão rumando para a Terra.

Seus poderes são características inatas da raça atlante: força superior, capacidade de respirar embaixo da água e de se comunicar com criaturas marinhas.

Fonte Wikipédia