Flash - Wally West


Wally West é um personagem de histórias em quadrinhos, da editora estadunidense DC Comics. Possui o poder de supervelocidade e foi um dos que atuaram sob o codinome Flash.

História

Wallace West, sobrinho de Íris Allen, esposa de Barry Allen, o primeiro Flash, era presidente do Fã Clube do Flash em Blue Valley. Barry prometeu que apresentaria seu sobrinho ao ídolo e, durante uma visita ao Laboratório onde o tio trabalhava, um acidente similar ao que proporcionou os poderes do Flash a Barry Allen aconteceu a Wally: Um raio caiu em substâncias químicas, atingindo o garoto.

Turma Titã

Assim, Wally tornou-se Kid Flash, o parceiro do Flash. Logo depois, Kid Flash conheceu Robin e Aqualad. Juntos, ao enfrentar o Sr. Ciclone, fundaram a Turma Titã. Após várias aventuras, Kid Flash decidiu dedicar-se aos estudos, deixando o grupo. Durante seu tempo na Turma Titã, Wally flertou com Donna, que não correspondia aos mesmos sentimentos, pois estava interessada no Ricardito.

Tempos depois, Ravena recrutou jovens heróis – Robin, Moça-Maravilha, Cyborg, Estelar, Mutano e Kid Flash – para que estes detivessem a ameaça de Trigon. Contudo, a princípio, Wally não quis se envolver, mas foi induzido por Ravena a amá-la, desta forma não recusaria juntar-se ao grupo, muito menos a ajudá-la. Após a formação da nova equipe, durante um encontro com a Liga da Justiça, Zatanna revelou a manipulação de Ravena e embora tenha sofrido muito com este verdade, Wally passou a amá-la realmente.

Em seguida, sua amiga Frances Kane, a Magenta, convenceu Wally a deixar o grupo para dedicar-se outra vez aos estudos. Neste período, o jovem herói descobriu que seus poderes estavam-no matando lentamente. Ele só foi curado por uma rajada de energia do Anti-Monitor, durante Crise nas Infinitas Terras. Nesta mesma crise, ocorreu a morte de Barry Allen, que tentava salvar o Universo, fazendo com que Wally assumisse o manto do Flash.

Aventureiro

Agindo só, Wally passou por várias situações: Tornou-se milionário ao ganhar na loteria; envolveu-se romanticamente com Frances Kane, Tina McGee e Linda Park (com que se casou); tornou-se membro da Liga da Justiça e descobriu que seu pai, Rudolph West, forjara sua própria morte ao revelar que era um Caçador Cósmico; ajudou os Titãs em alguns casos e cuidou de Bart Allen, quando este chegou à nossa era.

Tempos depois, Wally descobriu a verdadeira origem de seus poderes, o acidente no laboratório do seu tio Barry, fora na verdade elaborado pela Força de Aceleração, um poder místico que proporciona o poder a todos os supervelocistas.

Ele ajudou os Titãs durante o conflito com a Liga da Justiça, quando Victor Stone, seguindo a dinastia Technis, tentou dominar a Lua. Após este evento, tornou-se membro, mais uma vez, dos Titãs. Casou-se, em seguida, com Linda Park, com quem teve gêmeos.

Na saga Crise nas Infinitas Terras seu tio, Barry Allen, morre. O jovem Wally West, mesmo que preocupado se estaria à altura do Legado do Flash, aceitou o manto de seu tio e se tornou o novo Flash. Durante a Crise, uma rajada de Antimonitor fez com que Wally perdesse muito de sua velocidade, mas curou sua doença. Agora Wally já não era tão veloz quanto seu tio, sendo capaz "apenas" de quebrar a barreira do som, e não a da luz. Wally começou à fazer parte da Liga da Justiça, mas em nunca deixar de fazer parte da família que era os Titãs.

Mas, durante a clássica fase de Mark Waid, Wally conseguiu atingir novos limites, ganhando poderes ainda maiores, sendo capaz de não só quebrar a barreira da luz, como ser ainda mais rápido que isso. Isso se deve a descoberta da "força de aceleração", o campo de energia responsável pela velocidade de todos os Flashes e da qual eles passam a fazer parte se morrem após ultrapassar a velocidade da luz. Nessa fase, aprendeu também não apenas como transferir energia cinética a outros objetos e pessoas, como também a roubá-la. Essas habilidades passaram a ser utilizadas também por Jay Garrick.

Durante a excelente fase do personagem escrita por Geoff Johns, que revitalizou o título, utilizando de forma mais do que competente a extensa galeria de vilões do Flash, no arco de histórias "Rogue War", o Flash tornou-se pai de gêmeos, que herdaram a velocidade do pai, como visto no especial "Kingdom Come", Jae não leva a sério sua supervelocidade, mas Iris encara o poder como responsabilidade e se torna Kid Flash e membro das Titãs daquele tempo.

Na maxi-série "Crise Infinita", o Superboy da Terra Primordial, último sobrevivente de um universo destruído durante a Crise nas Infinitas Terras, enlouquecido por não poder ter uma vida que, de seu ponto de vista, deveria ser sua, estava espancando o Superboy (Kon-El) e os Novos Titãs, a Sociedade da Justiça e a Patrulha do Destino foram chamados ao local para detê-lo. Um verdadeiro massacre teve início, culminando na morte dos titãs Pantha, Estrela Vermelha e Bebê Gnu, entre outros.

Quando tudo parecia perdido, Wally West, Bart Allen e Jay Garrick, Flashes de três gerações, correndo em supervelocidade, carregaram o Superboy da Terra Prime com velocidades cada vez maiores para que ele fosse absorvido pela força de aceleração. Os tendões de Jay se romperam e ele não pôde continuar, cabendo a Wally e Bart a tarefa de derrotá-lo. Ao ultrapassar a barreira da luz, Wally foi convertido em energia e foi até seu apartamento se despedir de sua esposa, Linda Park, e seus filhos. Linda porém não o deixou partir sozinho, beijando seus lábios e dizendo: "Aonde quer que você vá...sua família vai com você". Todos desapareceram da existência e, ao contrário do esperado, não foram absorvidos pela força de aceleração. Segundo Wally, ele estava sendo puxado a "outro lugar". Dado como desaparecido em combate, seu primo Bart Allen assume como Flash IV, mas sua carreira acaba sendo curta, onde logo ele é assassinado pela Galeria de Vilões.

Durante a Saga Relâmpago (crossover entre a Liga da Justiça, Sociedade da Justiça e a Legião dos Super-heróis), ele é trazido de volta com toda a sua família, tendo envelhecido alguns anos. Na próxima aparição do personagem, em All Flash #1, Wally parte para se vingar dos assassinos de seu primo Bart, e a sua revista é retomada com a numeração do ponto em que ela parou, no número 231, e contou com histórias do herói e sua família, lidando com os efeitos da supervelocidade. Em fevereiro de 2009 sua revista foi cancelada no número 247.

Mais tarde, quando Superboy da Terra Primordial reapareceu durante Crise Infinita, Flash e todos os outros velocistas tentaram detê-lo. Durante o conflito, Wally fundiu-se à Força de Aceleração, levando consigo Linda e os filhos gêmeos. Após deterem Superboy Primordial, os velocistas perderam a conexão com a Força de Aceleração. Não se sabe onde Wally e sua família se encontravam. Tempos depois, Wally e sua família foram resgatados da Força de Aceleração pela Legião dos Super-Heróis.

Após a batalha entre os Titãs e os Titãs do Leste, Cyborg deixou os Novos Titãs em São Francisco e decidiu reconstituir a Ilha Titã em Nova York. Um novo edifício foi construído para abrigar o grupo que Vic aspirava reunir. Desejando criar um time com heróis experientes supervisionando jovens heróis, Victor convidou todos os antigos Titãs como Asa Noturna, Donna Troy, Estelar, Rapaz-Fera, Ravena, Arqueiro Vermelho e Flash para unirem-se a ele, mas todos estavam ocupados cuidando de suas próprias vidas.

Embora Cyborg tenha classificado o novo time como um esquadrão, um novo grupo de Titãs foi formado: Anima, Vulcão, Rapina e Columba, Lagoon Boy, Poderoso e Pequena Barda. Durante uma sessão de treinamento, esses Titãs foram terrivelmente atacados por um inimigo desconhecido. Sentindo a presença de seu pai, Ravena procurou seus antigos amigos para ajudá-la. Após uma breve investigação, os Titãs descobriram que o responsável pelos ataques eram outros filhos de Trigon - Jacob, Jesse e Jared. Após uma batalha onde não houve vencedores, Flash decidiu ficar novamente junto com os Titãs na Ilha Titã em Nova York, dividindo seu tempo com sua família e com a Liga da Justiça da América.

Em Crise Final, o personagem foi reunido com seu tio Barry Allen, que voltou a vida, e tudo é esclarecido na minissérie: "The Flash: Rebirth" que reintroduz Barry Allen no Universo DC.

Poderes

* Flash possui super velocidade: isto dá, não só a habilidade de mover-se depressa, mas também de enxergar o mundo como estivesse em camera lenta, podendo enxergar a trajetória de balas e objetos muito rápidos e pegá-los com as mãos. Ele consegue atingir a velocidade da luz.

Tal velocidade permite correr sobre a superfície das águas e pelas paredes. Quando em velocidade consegue usar a inércia para ganhar uma força descomunal, quebrando portas e paredes ou até jogar uma pessoa muito longe.

* Flash consegue vibrar através de objetos sólidos. Os átomos do seu corpo deslizam suavemente entre os espaços das moléculas que compõe a matéria. Wally, porém, ao vibrar através de barreiras deixa uma carga explosiva e cinética no seu rastro.

* Tem a capacidade de conceder e tirar velocidade a objetos ou pessoas em movimento.

* Uma aura protege o corpo do Flash quando em supervelocidade: assim, ele não se fere com o atrito do ar. Isto protege também objetos e até pessoas em contato com o corpo do Flash.

* O Flash consegue criar ventos fortes por girar em círculos ou agitando membros do corpo, como os braços.

* Uma explicação parecida permite que o Flash atinja outras dimensões. As Terras Paralelas, ao menos, eram separadas por defasagem vibracional; Flash só tinha que vibrar mais rápido que essas vibrações e voilá!, atingia outra dimensão.

* Flash pode viajar no tempo com sua velocidade.

Fontes : Wikipédia
             Torre Titã