Deathlock


Deathlock é um anti-herói cibernético da Marvel dos anos 70. Deathlock teve uma única história publicada no Brasil, na extinta revista Heróis da TV da Editora Abril dos anos 80. Em Portugal foram publicadas diversas histórias na revista Mundo de Aventuras. Mas tem uma série de fãs, inclusive entre os escritores de quadrinhos, recebendo inclusive uma nova mini-série bem interessante nos EUA em 1999. Apareceu ainda em algumas histórias dos Vingadores, Capitão América e do Homem de Ferro.

Recentemente, na série do Pantera Negra publicada na revista do Demolidor, o escritor Reg Hudlin fez uma homenagem ao personagem ao criar os "ciberzumbis" do exército americano.

Histórico

Luther Manning era um soldado americano de um futuro alternativo apocalíptico. Durante os anos 70 e 80 galgou vários postos por bravura e competência em combate, chegando ao posto de Coronel. Em uma missão de guerra seu corpo foi seriamente ferido em uma explosão. O major Simon Ryker, então, aproveitou para utilizar seu corpo mutilado em um projeto cujo objetivo era criar um exército de supersoldados ciborgues. Quando acordou, Manning estava em um corpo dotado de implantes metálicos, plásticos e eletrônicos, com um supercomputador alojado em parte de seu crânio. Foi lhe dado o nome de Deathlock e ele atuou durante um tempo como agente de Ryker, mas posteriormente, recuperou sua memória e fugiu, agindo como agente independente nesse mundo caótico.

No Universo Ultimate Homem-Aranha#70 Os Supremos lutam com um homem que refere-se a si mesmo como Luther Manning, que se parece com Deathlock e o Homem-Aranha o descreve como um "cara meio-robô meio-zumbi". Ele foi levado em custódia.

Fonte Wikipédia