Caçador III - Mark Shaw

Mark Shaw era um defensor público, desgostoso com a facilidade com que os criminosos manipulavam o sistema e se livravam da prisão. O tio de Shaw, Desmond, o apresentou a uma antiga seita de combatentes do crime chamada Caçadores. Shaw conheceu o Grão Mestre, o líder da seita, que carregava um medalhão. Ele acabou por assumir o nome e o uniforme de um Caçador.

A seita dos Caçadores era formada por andróides, criados bilhões de anos no passado pelos Guardiões de Oa para policiar a galáxia. Por milênios eles serviram bem aos Guardiões. Contudo, os caçadores se tornaram obsessivos em "caçar" criminosos. Seu código, "Ninguém escapa dos Caçadores" era muito importante para eles e o seguiam ao pé da letra. Com o tempo os andróides se rebelaram contra os Guardiões até serem derrotados pelos seus criadores. Os sobreviventes ficaram escondidos.

Até que os Caçadores tentaram enfrentar o Guardiões com Mark Shaw do seu lado. Eles se opuseram a Liga da Justiça, especialmente Hal Jordan, o Lanterna Verde. Shaw acabou por matar o Grão Mestre, descobrindo que ele era um robô. Mark Shaw retornou como um novo herói chamado Mosqueteiro e ajudou a Liga da Justiça em alguns casos,incluindo uma ameaça de terrorismo do misterioso Star-Tsar e do Key. Ambos planejavam atacar o mundo com um potente laser que derreteria as calotas plares,e só deteriam o plano ao receber uma astronômica quantia em dinheiro. Porém, Tornado Vermelho descobriu que Shaw e o Star-Tsar eram a mesma pessoa,e que ele havia ficado louco por causa dos treinamentos recebidos pelos Caçadores. 

Shaw não fugiu de sua punição,e foi para a prisão,acusado de extorsão e terrorismo. Sua família ficou chocada com tudo que aconteceu,mas não o renegou. Isso foi o que Mark precisava para se recuperar. Anos depois,durante o evento conhecido como Millennium,aonde os Guardiões do Universo vieram à Terra para procurar o novo passo da evolução,os Caçadores tentaram estragar a festa usando os vários humanos manipulados por seus vários cultos espalhados pelo planeta. Cultos como os D'shan,que estragaram a vida de Mark Shaw. Com a proposta de Amanda Waller de integrar o Esquadrão Suicida, Shaw ressucitou o Mosqueteiro e entregou todas as informações que sabia sobre os andróides. Com a missão completa,e os Caçadores expulsos da Terra, Shaw recebeu perdão total. Pronto para iniciar sua nova vida, Mark se foi para Manhattan, aonde reinventou a si mesmo. Shaw agora caçava criminosos pelas recompensas. Ele insistia que agia por dinheiro, mas se manteve fazendo a coisa certa. E novas aventuras e perigos o aguardavam.

Nessa época ele e sua família foram ameaçados por dois vilões chamados Dumas. Shaw matou o primeiro Dumas e ao batalhar com o segundo, desistiu da identidade de Caçador, terminando a série. Mais tarde se revelou que Mark Shaw era ele mesmo o Dumas e a maioria das suas histórias eram resultado da programação mental que lhe deu o governo americano. Shaw se juntou aos Lutadores das Sombras na luta contra o vilão Eclipso. 


Shaw queria esquecer o passado e começar uma nova vida em Manhattan. Porém,ele sabia que seria alvo de velhos inimigos e se preparou para tudo,encomendando um novo arsenal desenhado por ele mesmo à firma australiana especializada em tecnologia alienígena CSCS,com quem ele já havia trabalhado algumas vezes.. Sua nova escolha de profissão lhe traria mais inimigos ainda. Mark passou a caçar criminosos por dinheiro,um mercado bastante inexplorado e altamente perigoso. Como o Caçador ,Shaw agia sob o manto da noite,querendo expiar seus pecados do passado,usando o nome daqueles que o desgraçaram. E logo de cara,Shaw se viu as voltas com seus velhos desafetos da Yakuza, e foi caçado pelo lendário assassino Dumas,que ansiava por sua máscara. Dumas ainda tentou atingir Shaw por sua família. Shaw matou Dumas ao descobrir que ele era um transmorfo que um dia foi soldado dos Caçadores cósmicos.Shaw se via com problemas em sua carreira escolhida,porém. Insistindo que eram um homem de negócios,quase sempre Mark agia como um verdadeiro herói,anulando suas chances de lucro. Durante esse tempo,Mark capturou vários vilões como Capitão Frio, Homem Gato, Conde Vertigo, o segundo Sportsmaster, Mirage e o Pinguin. Ele também foi contratado pela mãe de Wally West (o terceiro Flash) para vigiá-lo durante suas ações em Cuba. Só que nunca viu a cor do dinheiro pelo seu serviço, já que a família de West estava toda falida. 

Durante suas andanças, descobrimos a verdadeira motivação de Shaw para buscar justiça a qualquer custo: Ao enfrentar o vilão Outlaw,Shaw revela que seu pai foi um criminoso que usava a mesma alcunha. Mark ainda servia no Equadrão Suicida, e foi crucial para salvar Amanda Waller e sua equipe do perigo da Conspiração Janus,aonde o Kobra quase aniquilou todas as agências vinculadas ao projeto Força-Tarefa X. Mark também achou tempo para se envolver com a detetive Sylvia Kandrey,embora inicialmente quase tenha destruído a carreira da moça como policial ao usar informações confidenciais dadas por ela para prender uma estupradora de crianças meta-humana. Porém,a vida boa de Mark Shaw acabou quando Dumas voltou à ação. Este novo Dumas era ainda mais perigoso que o original,e colocou todas as pessoas relacionadas ao Caçador - inclusive inimigos - em perigo. Finalmente vencendo o assassino nas montanhas do Himalaia,Mark decidiu deixar de ser o Caçador, assumindo seu relacionamento com Sylvia. Porém,ele sumiu pouco tempo depois,e assim permaneceu...

Habilidades e Armas 

Inicialmente, Mark contava com uma armadura baseada nos Caçadores Cósmicos, o pouco treinamento de combate que lhe deram e um bastão de força,capaz de lançar raios,erguer escudos e fazer Shaw levitar. Quando totalmente descarregado,o bastão se reenergizava em 3 horas.

Shaw se reinventou quando foi para Manhattan, reforçando seu treino como artista marcial ao treinar Aikido, Karate, Kyokushin e Kenjutsu. Seu arsenal também foi totalmente repensado e refeito. Primeiro, seu uniforme de caça, feito de um material à prova de balas e lâminas. Depois, seu bastão de força, com novas peças modulares que permitiam várias funções, algumas delas: Nunchaku, Bastão longo, Raios de plasma, ondas hipersônicas, lâminas, ganchos de escalada e pulsos eletromagnéticos. Com vários compartimentos extras no traje, Shaw guardava ferramentas de invasão, armamento extra e as peças modulares para o bastão. Além disso, ele possuía discos energéticos capazes de flashes cegantes nas costas de cada mão. Por fim, sua máscara, símbolo de como ele não era mais ligado ao culto dos Caçadores Cósmicos. A máscara era uma obra de arte, com vários sensores, lentes especiais para os olhos, filtros de gás e um microfone multidirecional, capaz de captar sinais de qualquer aparelho ao redor, assim como vozes. Mark ainda possuía uma máscara menor para ações de emergência. Mark ainda customizou uma moto de ataque para perseguições, equipando-a com um motor envenenado, turbinas, arpões e mini-mísseis.
De seus amigos da Firma CSCS, Mark ainda ganhou uma super-armadura de combate capaz de voar e aumentar as capacidades físicas de Mark num fator de 10. Porém,por seu consumo absurdo de energia, Mark não podia usar tal armadura sempre.

Fonte : Wikipédia