Abelha - Karen Beecher


Karen Beecher trabalhava como bibliotecária em Nova York quando conheceu Malcolm Duncan, um membro dos Titãs. Na época, ele freqüentava aulas noturnas de Física, Tecnologia de Computadores e Ciências Políticas. Ela percebeu que Mal estava ansioso por encontrar um modo de aumentar o poder dos Titãs e assim mostrar-se capaz aos olhos deles, assim Karen concordou em ajudá-lo.
Trabalhando sem cessar, os dois desenvolveram a Trombeta de Gabriel e acabaram se apaixonando. Apesar de Mal estar novamente com os Titãs, agora como Arauto, ela, contudo, percebeu a necessidade dele de se sentir realmente apreciado pelo grupo. Fazendo uso de seus conhecimentos, a jovem voltou aos computadores e invadiu o Refúgio dos Titãs como Abelha, uma suposta inimiga, e dirigiu seu ataque a Arauto.
A batalha foi breve, mas feroz. Enquanto os Titãs corriam em auxílio de Mal, a Abelha fugiu sem que ninguém soubesse quem ela realmente era. Seu plano funcionou, pois Mal percebeu a verdadeira afeição e respeito que seus colegas tinham por ele. Mais tarde, Karen contou seu segredo a Mal, pediu desculpas aos Titãs e se tornou o mais novo membro do grupo.
Infelizmente, logo depois, os Titãs se separaram e a carreira da Abelha foi encerrada. Karen e Mal se casaram e, quando ela recebeu um convite para trabalhar como pesquisadora nos Laboratórios S.T.A.R., em São Francisco, os dois se mudaram para a Costa Oeste. Ela também fez bicos como escritora para revistas especializadas em ficção científica e fantasia.
A força da Abelha era controlada pelos impulsos elétricos que Karen desenvolveu. Os impulsos ativavam sinais eletrônicos em seu capacete cibernético. As antenas se carregavam de energia solar, que era convertida em força e emitida na forma de raios através dos prismas de quartzo sobre seus olhos.
Cuidadosamente, a força dos raios era graduada, desde um choque suave até uma intensidade capaz de abalar uma rocha. Além de servirem para o vôo, suas asas atuavam como interruptores sônicos quando vibravam a uma velocidade específica. As peças que cobrem os ouvidos, além de agirem como receptores de rádio, protegiam contra o efeito das asas. A roupa da Abelha era, na realidade, um exoesqueleto isolante que lhe permitia usar seus poderes sem ser atingida, servindo também de proteção contra balas de baixo calibre e lâminas afiadas. Karen é razoavelmente atlética, seu treinamento para combate foi completado durante o pouco tempo em que atuou com os Titãs.
Tempos depois, após ter se mudado para São Francisco, Karen ajudou os Titãs em alguns casos e, mais tarde, se aliou aos Titãs L.A., mesmo que o grupo não tenha realmente existido. Ajudou os Titãs em inúmeros casos como quando enfrentaram o Dr. Luz. Em seguida, Karen fez parte do grupo de heróis recrutados por Donna Troy para deter uma ameaça ao Universo (eventos de Crise Infinita). Este grupo se estabeleceu em Nova Cronos, no hiper-espaço. Durante essa batalha, Karen foi atingida por algum tipo de energia que a reduziu ao tamanho de um inseto.
Ao retornar à Terra, Karen foi ajudada por Niles Caulder, o Chefe da Patrulha do Destino, que desenvolveu um método que mantém o minúsculo coração de Karen sem sofrer uma falência significativa. Entretanto, Karen manteve-se diminuta, como efeito colateral. Assim, o Chefe convidou Karen e seu marido para se juntarem à Patrulha do Destino. Karen aceitou o convite.
Hoje não se sabe totalmente a extensão dos poderes de Abelha, além de vôo e rajadas de energia. Niles e Karen tentam encontrar uma forma para trazê-la novamente ao tamanho natural.

Fonte : Torre Titã