Banshee Prateada


Banshee Prateada (Silver Banshee em inglês) é uma personagem fictícia, pertencente à DC Comics e parte da galeria de vilões de Superman.

Siobhan McDougal foi a primogênita de Garrett McDougal, patriarca de um clã da Gália, que ocupou uma ilha entre a Escócia e a Irlanda por gerações. Todos os primogênitos eram obrigados a passar por um ritual, para se provarem merecedores e capazes de liderar o clã pela próxima geração. Durante a sua juventude, Siobhan viajou pelo mundo, só retornando à sua terra natal ao saber do falecimento de seu pai. Seu tio, Seamus, não estava disposto à deixar uma mulher liderar o clã, e queria forçar Bevan, o irmão mais novo de Siobhan, como o novo líder. Mesmo contrariada, Siobhan deu prosseguimento, sozinha, ao ritual. Durante o ritual, ela deveria invocar forças sobrenaturais, que lhe concederiam o poder necessário. Bevan, entretanto, interrompeu a cerimônia, para desastroso resultado: Siobhan, ao ser distraída, acabou sendo tragada para um submundo infernal pelas forças que havia conjurado.

Uma entidade lhe concedeu poderes sobre-humanos e a capacidade de retornar à Terra como a Banshee Prateada. Em troca, Siobhan deveria pagá-la entregando um livro secreto, que pertencia à seu pai. Ao descobrir que a coleção de livros de seu pai havia sido vendida para um comprador nos Estados Unidos, Banshee se dirigiu ao pai. Uma vez lá, sua busca lhe levou à cidade de Metropólis, aonde atraiu a atenção de Superman após sua busca começar a resultar nas mortes de qualquer pessoa que ficasse em seu caminho. Ao perceber que era incapaz de derrotá-lo, ela bateu em retirada, retornando à Metropólis em duas oportunidades posteriores, sempre sem sucesso.

Batman, posteriormente, foi capaz de localizar o livro entre uma série de mercadorias roubadas em Gotham City, entregando-o à Superman, que levou o livro ao Castelo Broen, aonde vivia a família McDougal. Após ser confrontado pela Banshee Prateada, a entidade que concedeu poderes a ela surgiu, e, após proferir um enigmático aviso à Superman, tragou para as profundezas infernais aonde vivia tanto a Banshee Prateada quanto seu tio Seamus e seu irmão Bevan.

Quando o rio Styx desaguou sobre a cidade de Leesburg, Linda Lee, a Supergirl da época, resgatou a Banshee Prateada dos domínios de Satanus, um dos demônios fictícios que regem o inferno do Universo DC. Após um espanto inicial, Banshee eventualmente retornaria à seu estado psicótico, possuindo Mattie, uma amiga de Supergirl, e perpretrando um feroz ataque contra a população da cidade. A personalidade de Mattie motivou a Banshee Prateada à perseguir Gerald McFee, responsável pela morte de seu irmão durante o evento Final Night. Supergirl foi bem sucedida em deter Banshee e separá-la de Mattie.
 
Após uma prolongada ausência, Banshee ressurgiu em duas importantes participações: como uma das vilões usadas na investida final contra Superman em Ending Battle e como um dos vários vilões que tentaram capturar Superman, em busca da recompensa de um bilhão de dólares oferecida pelo então Presidente dos Estados Unidos da América, Lex Luthor, durante a história Public Enemies, publicada no título Superman/Batman. Posteriormente, durante os eventos que precederam diretamente a minissérie Crise Infinita, Banshee ingressou na Sociedade Secreta de Super-Vilões, fundada por Alexander Luthor Junior.

O escritor Chuck Austen também chegou a usar a personagem durante sua passagem pelo título Action Comics. Durante o arco Up, Up and Away!, os escritores Geoff Johns e Kurt Busiek também incluíram uma pequena participação da vilã.


Poderes e habilidades

Banshee Prateada é dotada da força de dez homens, agilidade e velocidade sobre-humanas, além de ser muito resistente à ataques físicos. Possui a capacidade de se teletransportar. Seu mais perigoso e marcante poder é, com certeza, o uivo da Banshee, que permite matar no grito qualquer pessoa próxima que ela veja. Pessoas mortas por este poder tornam-se cadáveres dissecados. Superman foi afetado por este poder em seu primeiro confronto com Banshee, mas ficou num estado de semimorte. O mundo até mesmo chegou a lamentar a perda de seu maior herói (mesmos assuntos que foram melhor explorados e detalhados anos depois, quando Apocalipse matou Superman em A Morte do Superman: multidões no funeral, Luthor se maldizendo por não ter sido ele o assassino, etc.) Superman, no entanto, reviveu e foi no encalço de Banshee. Desta vez ele se disfarçou de Batman, e o poder não foi capaz de afetá-lo. Das duas uma: ou o poder não pode afetar uma mesma pessoa duas vezes, ou ele não afeta pessoas que não se saiba a verdadeira identidade.