Cebolinha

Nome verdadeiro: Cebolácio Martins da Silva Filho. Personagem infantil criado por Maurício de Souza, em 1960. Sua primeira aparição se deu em uma tira de jornal da Folha da Manhã, em 1960, portanto, antes da criação de sua arqui-rival, a Mônica. Cebolinha, juntamente, com todos os personagens da Turma da Mônica é um marco do quadrinho nacional. Primeiro personagem de renome criado, desenhado e produzido no Brasil. A turma da Mônica atravessou fronteiras e são publicadas em diversos países.
O sucesso de Cebolinha e da Mônica, se deve a inspiração de seu criador, que utilizou sua infância nos subúrbios da cidade de Mogi das Cruzes como base para suas histórias. Assim, Cebolinha é uma típica criança suburbana de alguma cidade brasileira. Tendo como característica principal a Dislalia (a troca do R pelo L). Sua imagem característica, são os 5 fios de cabelo espetados na sua cabeça, usando uma camisa verde e shorts pretos. Sempre tenta capturar o coelhinho da sua arqui-rival Mônica, o Sansão. Se acha o mais inteligente da turma, mas tem pavio curto e se irrita com facilidade.
Cebolinha tem um cachorro de estimação, o Floquinho. Tendo, como o dono uma imagem peculiar, pois ninguém consegue dizer onde é a cabeça e onde é o rabo dele. Além disso, a família Cebola é composta do Salsinha, irmã mais novo; o Seu Cebola, pai; a Dona Cebola, a mãe. Seu melhor amigo e parceiro em traquinagens é o Cascão.
Cebolinha além das histórias da Turma da Mônica participa das aventuras do Louco e do Xaveco e faz aparições nas histórias de diversas criações do Maurício de Souza. Sua primeira revista em quadrinhos, foi publicada pela Editora Abril em 1973, tendo ele e o Cascão estrelando a capa. Atualmente, Cebolinha aparece nas histórias da Turma da Mônica Jovem e da Baby. Andam insinuando um romance entre ele e a Mônica. Será ou é simples intriga da oposição?
Cebolinha é um dos maiores orgulhos nacionais, um personagem como nenhum outro representando todas as crianças de uma geração nascidas no Brasil. Principalmente, mostrando a cultura, os hábitos, as brincadeiras e os sonhos de gerações. Até hoje, Cebolinha é a criança que melhor representou a criança brasileira na mística nacional. Vida longa ao Cebolinha!