Abutre - Adrian Toomes


Supervilão das HQs de “Homem-Aranha”. O Abutre apareceu pela primeira vez no n° 2 da revista americana do conhecido herói aracnídeo, em 1963. 

O sexagenário inventor eletrônico Adrian Toomes desenvolveu um aparelho eletromagnético que permite que ele voe. Achando que ficaria rico e famoso, decide compartilhá-lo com seu jovem sócio. Certo dia, Toomes encontra documentos que provam que seu sócio estava mantendo para si a maior parte dos lucros da empresa e tornando-se o único dono. Revoltado, Toomes decide usar sua invenção para benefício próprio e embarca na carreira criminosa.

Sua lista de roubos começou pela empresa do ex-sócio (que ele mataria anos depois). Mas sua carreira foi repetidamente frustrada pelas seguidas intervenções do Homem-Aranha. Sendo um dos primeiros inimigos do teioso, o Abutre também tem o mérito de ser o primeiro inimigo recorrente do aracnídeo (sua segunda aparição foi em no n° 7 da revista americana, muito antes da estréia da maior parte dos outros inimigos clássicos do super-herói). 

Cruel e impiedoso (ele matou o idoso Nathan Lubenski, ex-namorado da Tia May e seu próprio amigo, e já tentou matar até mesmo a anciã), o Abutre certamente se qualifica como um dos maiores inimigos do aracnídeo. Foi um dos fundadores do grupo de vilões Sexteto Sinistro, participando de todas as formações da equipe.