Jean Grey

Nome Completo: Jean Grey Summers
Codinomes: Garota Marvel, Fênix Branca, Fênix, Ruiva Dayspring
Nacionalidade: Estados Unidos
Ocupação: Ex-Modelo Fotográfica, ex-administradora do Instituto Xavier
Base de Operações: Instituto Xavier, QG do X-factor, Nave, Sala Incandescente

Poderes

Telecinese:
- Capaz de mover matéria com a força do pensamento, incluindo seu próprio corpo, o que lhe permite voar.
- Pode criar campos de força e emitir rajadas telecinéticas.
- Telecinese molecular: Uma das poucas telecinéticas capazes de controlar moléculas, alterando a forma física de um objeto.
Telepatia:
- Leitura, projeção, indução/manipulação mental
- Projetar-se ao Plano astral
- Ataque psíquico
Força Fênix:
- Jean é o principal avatar físico da entidade cósmica Fênix, e isto lhe permite um expansão de sua telecinese dando controle ilimitado da matéria e energia.

Ligações

Relacionamentos Amorosos: Ted Roberts, Scott Summers / Ciclope, James Howlett / Wolverine
Afiliações: X-Men, X-Factor, Exterminadores
Parentes Conhecidos: 
John Grey (pai,morto),
Elaine Grey (mãe, morta),
Sara Grey-Bailey (irmã, morta),
Paul Bailey (cunhado),
Gailyn Bailey (sobrinha, morta),
Joey Bailey (sobrinho, morto),
Brian Grey (tio),
Scott Summers / Ciclope (marido),
Alex Summers / Destrutor (cunhado),
Gabriel Summers / Vulcano (cunhado),
Christopher Summers / Corsário (sogro, morto),
Katherine Anne Summers (sogra, morta),
Madelyne Pryor / Rainha dos Duendes (clone genético, morta),
Nathan Christopher Summers / Cable (filho adotivo),
Rachel Summers / Garota Marvel (filha em realidade alternativa),
Nate Grey / X-Man (filho em realidade alternativa, morto)

Origem: 

Jean Grey é a filha mais nova de John Grey e sua esposa Elaine. Jean Grey estava jogando frisbee com sua melhor amiga Annie Richardson que foi acidentalmente atropelada por um carro. O desespero e as emoções que sentiu ao vê-la sendo atropelada despertaram seus poderes telepáticos latentes e ela se sentiu dentro da mente de sua amiga no momento de sua morte. Jean ficou em estado catatônico durante três anos, sem falar com ninguém e evitando ao máximo a companhia das pessoas. Seus pais procuraram por vários especialistas, mas apenas um poderia ajudar: Charles Xavier, secretamente um mutante com poderes similares.
Xavier explicou aos seus pais que ela era uma mutante e a visitou por alguns anos conseguindo recupera-la do trauma e fazê-la a se sociabilizar novamente. Durante esse período, ele ensinou-a a usar seus poderes telecinéticos e ergueu barreiras psíquicas em sua mente a fim de impedir que ela usasse seus poderes telepáticos até ter domínio suficiente para usá-los, deixando-a apenas com a telecinésia.

X-Men: 

Quando ela atingiu um certo grau de maturidade, Xavier sugeriu aos seus pais que a matriculassem em sua recém-criada Escola para Jovens Superdotados. Assim, Jean se tornou o quinto membro dos X-Men, adotando o codinome de Garota Marvel, logo após se juntar a equipe já teve que enfrentar uma das maiores ameaças da equipe, o terrível Magneto.
A beleza e charme da jovem conquistou a todos, porém dois companheiros de equipe se sentiram verdadeiramente atraídos, o galanteador Anjo e o até então tímido Ciclope, este último conquistando Jean. Posteriormente, o sentimento que nutria por Ciclope, fez com que Jean, instintivamente, começasse a manifestar novamente seu poder telepático, afim de estabelecer contato. Charles percebeu isso, e iniciou o treino e processo de “desbloqueio”.
Apenas Jean sabia que o vilão arrependido Morfo (Conhecido também como Changelling), a pedido de Charles, tinha trocado de lugar com ele para ter tempo de preparar uma defesa para a Terra do ataque dos Z’Noxx. O problema é que Morfo morre em uma missão e Jean precisou manter o segredo mesmo vendo seus amigos sofrerem achando que seu líder estava morto. Jean agora já consegue dominar sua telepatia e, num curto período que a equipe se debandou, iniciou sua carreira de modelo em NY. Xavier retorna quando o plano contra os Z’Noxx fica pronto, acabando com a angustia de Jean.
Após a nova formação dos X-men, a maioria dos X-Men originais resolvem sair da equipe, inclusive Jean que se sentiu assustada e atraída por Wolverine. Decidida a abandonar a carreira de heroína, alugou um apartamento com a investigadora Misty Knight. Jean se tornou a melhor amiga de Tempestade, ajudando-a em sua adaptação à civilização.

Fênix: 

Jean foi capturada por uma nova versão dos Sentinelas, comandada por Steven Lang e levada prisioneira até uma estação orbital. Os X-Men seguiram e resgataram sua amiga, mas na viagem de volta houve um problema: o escudo protetor da nave estava com problema e quem pilotasse a aeronave não poderia se proteger da radiação cósmica. Jean telepaticamente absorveu o conhecimento de Dr. Peter Corbeau de como pilotar a aeronave e disse que seus dons telecinéticos poderia protegê-la da radiação mais que qualquer um ali. Ciclope foi contra a idéia, mas Jean com uma rajada mental o deixou inconsciente. Durante o caminho, seu corpo começa a ser destruído pela radiação até que surge a Entidade Fênix oferecendo ajuda, mas não sem cobrar um preço. Pensando no bem estar de seus amigos Jean aceitou. A Força Fênix duplicou seu corpo, colocando um pouco da essência, alma e força vital dela na cópia. A Entidade ficou embriagada com as emoções humanas: amizade, amor e ela mesma alterou sua consciência para que acreditasse ser a verdadeira Jean Grey.
Quando a aeronave caiu, os X-Men escaparam ilesos e a cópia da jean emergiu com um uniforme novo e denominando-se Fênix. Todos pensaram se tratar de Jean e ela ocupou seu lugar na equipe.

Casulo: 

Mas o corpo da verdadeira Jean ficou no fundo da baía Jamaica -onde a aeronave caiu- em um casulo protetor criado pela entidade para recuperar os ferimentos da mutante.
Depois que a corpo da Fênix morreu, a fração da essência de Jean utilizada pela entidade surge como Fênix Branca.
Fenix Branca se encontra com a versão construtora da Morte onde chega a comparar a entidade alada e Jean com o mito de Arthur e a espada Excalibur.
A entidade, sem corpo, sente que a melhor forma de tentar compensar o mal que causara seria enviando a fração que roubou de Jean para seu corpo no fundo da baía, mas o corpo recusou a essencia por estar repleto de destruição e fogo. Essa fração de Jean então foi inserida na clone criada por Sr. Sinistro conhecida como Madelyne Pryor .

Retorno e ingresso no X-Factor: 

Anos depois, os Vingadores descobriram o casulo no fundo da baía. Eles o levaram para estudar melhor o objeto. E lá dentro encontram Jean Grey, porém o processo a fez perder seus poderes telepáticos. Jean contactou seus ex-colegas Fera, Anjo e Homem-de-Gelo que acabam de dissolver a equipe que participavam – os Defensores- e junto com Ciclope eles fundaram a equipe do X-Factor. Jean preferiu não contactar sua família pois não saberia como iriam enfrentar o choque de verem sua filha e irmã viva. Para a mídia, o X-Factor era uma empresa de caçadores de mutantes. Mas isto era apenas uma fachada, já que o verdadeiro objetivo era recrutar e ensinar os mutantes a usarem seus poderes. Jean descobre que Scott estava casado com uma mulher igual fisicamente a ela: Madelyne Pryor e que juntos tiveram um filho, Nathan (que irá se tornar Cable). Scott mesmo se sentindo culpado abandonara os dois quando soube que Jean estava viva.
Jean consolou Scott que confessou só ter casado com Madelyne por se parecer com ela e reataram o namoro.
Madelyne se torna Rainha dos Duendes e tenta matar seu próprio filho para abrir um portal entre o limbo e a Terra, no fim da batalha Madelyne morre e suas lembranças são tragadas por Jean Grey, assim como as lembranças de Fênix que teve sua participação na criação de Madelyne.
Nathan passou a ser cuidado por Jean como se fosse seu próprio filho com Scott.
Depois, em uma guerra no espaço a personalidade de Madelyne tentou assumir o controle e queria se suicidar. Por sua vez a Entidade Fênix queria o controle por ter sentido novamente o prazer de viajar pelo espaço. As três personalidades se misturaram e houve uma batalha mental pelo controle, vencida por Jean graças ao auxílio de Ciclope. Jean percebeu que as duas personalidades tinham ido embora, restando apenas fragmentos de memória.
De volta à Terra, Scott pediu Jean em casamento, mas ela recusou por não ter certeza de quais de suas personificações ele realmente amou; a tudo isso, somava-se o fato das lembranças de Ciclope junto com a Entidade Fênix ou com Madelyne. Ela decidiu ter um tempo para pensar e ter certeza do que ambos sentiam.
Conhece Rachel Summers, sua filha vinda do futuro, mas não soube lidar com uma filha que nunca teve.
Ao enfrentar o Psynapse, vilão que possuía poderes telepáticos, foi torturada no plano astral e fazendo-a confrontar suas memórias, inclusive a da morte de sua amiga de infância Annie. Como da outra vez, a lembrança de tais fatos a fez acessar seus dons telepáticos que estavam latentes e Jean derrotou o inimigo. Voltou a utilizar a telepatia desde então. Logo depois Scott teve que tomar uma difícil decisão: Enviou seu filho Nathan para o futuro sem garantias de revê-lo para que ele sobrevivesse ao virus tecnorgânico que foi infectado.

Retorno aos X-Men: 

O X-Factor se une aos X-Men. Para resolver a questão do excesso de integrantes, o grupo se divide em duas equipes: Jean participa da equipe dourada e Scott da equipe azul.
Scott se sente atraído por Psylocke, que estava na mesma equipe. Jean como telepata percebe a atração mas sabe que ele realmente a ama.
Sua equipe atende um pedido de socorro de Rainha Branca que estava sendo atacada junto com seus alunos por Trevor Fitzroy e versões novas dos Sentinelas. Jean foi dada como morta por ter sido atingida por rajadas dos robôs. Contudo, ela sobreviveu por ter transferido sua mente para o corpo da Rainha Branca que estava em coma. Necessitou da ajuda de Xavier para retornar ao seu verdadeiro corpo.
Xavier acolheu Dentes de Sabre na mansão mas, por segurança, confinado em uma jaula com as devidas proteções. A intenção de Charles Xavier era tentar reabilitá-lo, em parte como compensação pela culpa que sentia pelos mutantes que não soube ajudar. Jean estava assustada e confusa com a presença de Creed na mansão e discordava claramente da decisão de Charles em mantê-lo lá. Victor Creed pede para Jean lhe dar o mesmo toque telepatico chamado Brilho que ele necessitava mas, preferindo encarar seus medos, a ruiva entrou na cela de Dentes-de-Sabre sem proteção alguma a não ser seus próprios poderes e recusou-se a dar o “brilho” para o vilão, dizendo que ele deveria encontrá-lo por conta própria, e também o ameaçou caso ele tentasse algo contra os X-Men.

O Casamento: 

Após muito pensar, Jean decidiu aceitar o pedido de casamento de Scott e a primeira pessoa a quem contou foi Rachel, pois Jean queria se redimir de não tê-la aceitado inicialmente. A festa contou com vários amigos e parentes, exceto Wolverine que se afastou após ter sofrido graves traumas por ter perdido o Adamantium e por ter fortes sentimentos por Jean.
Tiveram uma lua-de-mel nada tradicional, suas consciencias foram levadas a 2000 anos no futuro para cuidar de Natham Summers. O vírus não progrediria, mas às custas de um controle telecinético intenso. Sob a alcunha de Ruivha e Magrão, Jean e Scott criaram o menino por doze anos, até o dia em que Madre Askani (Rachel Summers) morreu de velhice. Como último pedido, ela quis que Jean passasse a usar o codinome Fênix, para que ela fosse lembrada. O casal foi novamente transportado para seus verdadeiros corpos, como se tivesse passado apenas alguns minutos em nossa linha temporal.
Fênix ofereceu-se para ajudar Psylocke que estava sem poder acessar seus dons mutantes, pois correria o risco de libertar o Rei das Sombras que estava preso em sua mente. As consequências disso foi que Jean passou apenas a ter apenas telepatia, agora somando a de Psylocke também e esta passou a ter apenas a telecinésia de Jean.
Foi recrutada por Prona para servir como uma das chaves fundamentais para salvar a humanidade do Estranho, juntamente com Mística, Groxo, Fanático e Homem de Gelo. Durante esta missão, ela entrou em contato coma Força Fênix e readquiriu sua telecinésia.

Casamento em Crise: 

O casamento não ia bem, Jean achava que Scott escondia algo e ele por sua vez cada vez mais frio, não querendo nem mais dormir ao seu lado.
Jean tornou-se a administradora da Escola Xavier e estava sozinha com vários estudantes na Escola quando esta foi atacada pelos U-Men que pretendiam matar mutantes, dissecar seus órgãos e implantar neles mesmos para ganhar poderes. Fênix demonstrou um nível altíssimo de poder, parecendo estar no caminho de tornar-se Fênix não só no nome.
Xavier passou a testar os níveis de poder de Jean e começou a suspeitar que existisse outra personalidade nela novamente, mais precisamente a Entidade Fênix.
Enquanto Jean estava em Genosha avaliando os estragos que os Sentinelas fizeram lá, Emma Frost iniciou uma terapia com Ciclope a fim de sanar seu problema de relacionamento. Durante esta, eles tiveram um affair psiquíco, o qual Fênix descobriu. Ela expulsou Scott do quarto e usou o poder da Fênix para fazer com que Emma revelasse o que realmente aconteceu e a fez encarar suas próprias decepções. No mesmo dia, o corpo de diamante de Emma é despedaçado por uma bala de mesmo material. Jean, mais calma, usou o poder da Fênix e, após absorver o conhecimento médico do Fera, a reconstituiu.

Morte: 

Jean descobriu que o mais novo x-man, Xorn, era um disfarce usado por um falso Magneto. Na batalha final contra os X-Men, este Magneto conseguiu matar Jean com um pulso eletromagnético fatal.
Wolverine furioso imediatamente decepa a cabeça do vilão. Ela falece nos braços de Ciclope, antes que ele pudesse dizer se teria decidido por Emma ou Jean.
Sua alma vai para a Sala Incandescente, onde os avatares mortos da Fenix se encontram, Jean Grey toma consciencia de um assombroso futuro (Conhecido como Ecos do Amanhã) porque, no presente, o Scott havia recusado o convite da Emma em reconstruir o Instituto, reformar os X-Men e ficarem juntos. Por amor ao Scott, Jean o faz inconscientemente voltar atrás na decisão, aceitar o romance com a Emma e se firmar como líder dos X-Men, salvando o futuro.
Insana e confusa, a entidade Força Fênix retorna à Terra para localizar Jean e descobre que ela está morta. Ressuscita o corpo decomposto e nela se funde tornando a Fênix Branca. Sai a procura de Scott Summers, a peça que acreditava ser capaz de reconstruir a sua essência ao resgatar o sentimento humano que compartilhou com ele. Scott decide que, para evitar uma catástrofe cósmica, os X-Men deviam abater essa nova encarnação da Força Fenix. Conseguem convencê-la de que para conseguir o amor de Scott precisa de uma nova hospedeira, Emma Frost. E assim, ela descarna do corpo de Jean. A entidade só se redime quando percebe o quanto Jean é amada pelos seus amigos.
A essência de Jean parte para a Sala Incadescente em busca das peças necessárias para retornar a vida.

Fonte : Scott Summers ( Comicast Profiles)