Lanterna Verde - Arísia

Lanterna Verde defensora do setor 2815, setor vizinho ao da Terra e natural do planeta Graxos IV, Arisia foi treinada desde muito criança, sendo convocada a tomar parte da Tropa dos Lanternas após a morte de seu pai, que fora o Lanterna Verde antecessor de seu setor espacial.

Participou ativamente junto com a Tropa dos Lanternas, da Crise nas Infinitas Terras, sob o comando de Tomar-Re. Após a conclusão do evento, recebeu como missão, junto com Sallak e Chyp, caçar o vilão Áureo, por ter assassinado dois Lanternas durante a Crise. Na época da partida dos Guardiões de Oa, junto com suas consortes Zamaronas, todos os Lanternas foram liberados de seus antigos setores, podendo escolher onde se baseariam. Arisia escolheu permanecer na Terra com Hal Jordan e alguns outros lanternas, onde adotou a identidade secreta de Cindy Simpson e redesenhou os uniformes de John Stewart, Katma-Tui, Sallak e Chyp.

Jordan e Arisia

Sempre fora apaixonada por Jordan, mesmo quando este lhe disse que era muito nova para ele. Isto era difícil para que sua mente de adolescente compreendesse e seus desejos subconscientes interagiram com seu anel do poder para amadurecer rapidamente seu corpo, tornando-a dentro de algumas semanas, numa mulher adulta. Aí sim, seu amor fora correspondido por ele. Sob o controle forçado de Safira Estrela, atacou Jordan em um se seus encontros, mas a vilã fora derrotada posteriormente. Na ocasião em que Sinestro aniquilou as 16 bilhões de pessoas do mundo de Kilowog, ela ofereceu apoio moral e amigável ao colega lanterna, fazendo comque este viesse a apaixonar-se por ela, não sendo, contudo, correspondido. Porém ela continuou amiga de Kilowog e guardou segredo. Novamente apoiou moralmente o amigo quando este veio a sucumbir ante a sede de vingança e impediu-o de matar Sinestro, então já aprisionado aguardando julgamento. Na época da execução de Sinestro, após a degeneração da Bateria Central, teve seu anel sugado como o de todos os Lanternas presentes.


Sem Poderes

Juntamente com Jordan, foi morar na casa de John Stewart e Katma-Tui, por pouco tempo, pois as discussões eram constantes, tendo de sair após o assassinato de Katma-Tui por Safira Estrela. Fora morar em Chicago e ambos se separaram, continuando como amigos. Em uma de suas visitas ao amigo Kilowog, recebeu acidentalmente uma pancada na cabeça que a fez retornar a sua mentalidade original de adolescente. Auxiliada por Jordan, este deixou-a aos cuidados da Liga da Justiça, permanecendo lá até que sua memória retornasse completamente. Tempos depois, alarmados pelo desaparecimento de diversos Lanternas Verdes pelo espaço afora, inclusive Kilowog que estava há 2 dias sumido, um grupo da Liga resolveu ir até Oa, liderados por Guy Gardner e ela ofereceu-se para guiá-los, pois conhecia bem o planeta. Gardner rejeitou, por achar que ela, sem poderes, só atrapalharia. Ela retirou-se e retornou armada até os dentes, comunicando a Gardner que iria com eles à Oa. Gardner não discutiu. Em Oa, descobriu os restos mortais do amigo, morto por Parallax.
Hal Jordan apareceu numa cilada ao grupo, derrotou a todos e enviou-os de volta a Terra, com aviso para não mais interferirem.

Falecimento

Tempos depois, encontrou com Hal Jordan em seu retorno e um reatamento entre os dois foi proposto, mas fora rejeitado. Dias depois, numa terrível batalha contra o vilão Major Força, geneticamente alterado pelo Quorum, Arisia lutaria bravamente, mas sucumbiria e viria a falecer. Sua morte fora vingada por Guy Gardner como Warrior e seu funeral foi honrado pela Liga da Justiça e pela presença de Hal Jordan, que prestou-lhe as últimas homenagens e criou um holograma esmeralda dela, em sua homenagem.

Ressurreição

Anos depois, Ela fora encontrada em estase no Planeta Biot, no setor 3601. Ela fora aprisionada pelo Superciborgue para servir de fonte de energia para os Caçadores Cósmicos. Após ela ser resgatada por Hal Jordan e outros Lanternas Verdes também libertos, descobriu-se que ela não morrera, mas interrompeu suas funções vitais a fim de se restabelecer dos ferimentos causados pelo Major Força. Antes que ela saísse de sua hibernação, fora exumada pelos Caçadores Cósmicos e levada cativa a Biot. Após seu resgate, fora reativada na Tropa, embora ainda permaneça sem setor. Ela recentemente foi convidada a avaliar o desempenho de Sodam Yat, com maior probabilidade de estar disponível para receber a entidade Íon no caso dele falhar.